Av. Antônio Marquês Figueira, 1661 - Vila Figueira

Alinhamento
Alinhamento: entenda a importância dele para o seu carro

Para os mais atentos na manutenção de seu veículo, fazer o alinhamento já faz parte das atividades periódicas que um carro deve passar. No entanto, muitas pessoas não compreendem a importância deste tipo de serviço ou mesmo o porquê de sua realização. Não é obrigação de ninguém entender a fundo sobre o assunto, mas saber identificar quando você precisa dele vai ajudar você e também a vida útil do seu carro. Vamos tirar algumas dúvidas?
O que é? O alinhamento é o processo de ajustar os ângulos que formam a geometria direcional do veículo. Cada veículo tem a sua geometria entre o pneu e a roda e o que o alinhamento faz é manter as rodas de acordo com os parâmetros do projeto dos fabricantes, trabalhando a eficiência do conjunto pneu, suspensão e solo.
O que faz parte deste processo? O alinhamento é uma combinação de ângulos que as rodas devem seguir. Fazem parte destes ângulos: Cambagem: é a inclinação da roda em relação ao plano vertical. Pode ser negativa, com a parte superior do pneu voltada para dentro do carro, positiva, quando estão voltadas para fora, ou nula, quando apresentam ângulo reto. Para fazer esta análise é preciso levar a um especialista que possui o equipamento de alinhamento adequado. O procedimento é feito para distribuir o peso do carro sobre a banda de rodagem. Convergência e divergência: ajuste das rodas direcionais quando estão convergentes, mais fechadas na extremidade dianteira, ou divergentes, o oposto. Deixa as rodas paralelas. Cáster: É o ângulo de inclinação do eixo vertical da roda, responsável pelo movimento que faz a direção voltar a posição inicial depois das curvas. Ele proporciona firmeza e estabilidade à direção e deve ser regulado de acordo com as definições do projeto do veículo para que seja possível dirigir em linha reta com esforço mínimo.
Por que o meu carro perde o alinhamento? O seu alinhamento pode ficar comprometido por diversos motivos, como uma batida, choque do pneu com a calçada ou buracos ou simplesmente pelo seu desgaste natural. Quando isso acontece, ao soltar o volante por um curto espaço de tempo você percebe que o carro puxa mais para um lado do que para o outro, comprovando o problema de desalinhamento.
Quando devo fazer? Além das revisões periódicas, sempre indicadas, é importante verificar o alinhamento depois de impactos fortes contra guias, buracos e outros objetos, depois da substituição de algum elemento da suspensão ou direção, após a substituição de pneus e também ao notar algum comportamento estranho no veículo ou um desgaste irregular nos pneus.
Em quanto tempo este serviço é realizado e qual é o seu valor? Com a estrutura ideal e bons profissionais, o processo de alinhamento leva em torno de 30 minutos. Além de não ser demorado, o seu valor é acessível, bem inferior ao da troca de pneus, não deixando dúvidas quanto ao custo-benefício desta operação.
Por que é importante fazer a manutenção preventiva? Além das revisões periódicas, você pode evitar problemas maiores fazendo as manutenções preventivas. O alinhamento previne o desgaste dos pneus, aumentando sua vida útil e também o seu atrito ao solo, o que colabora para economia de combustível. Além disso, manter o carro alinhado é essencial para a segurança, boa dirigibilidade e conforto. Portanto, não abra mão das revisões periódicas, geralmente a cada 10 mil quilômetros, e das preventivas, e fique sempre atento às respostas do seu carro como o cantar de pneus em baixa velocidade e imprecisão no volante. Faça questão de deixar o seu carro sempre nas mãos de um profissional qualificado. A operação é simples, mas deve ser feita sempre por especialistas e com equipamentos adequados.